2020-12-04 – Aumentando o mapa do jogo verticalmente, no meu Game Engine em C/C++…

2020-12-04 – Aqui já tinha várias inovações, primeiro: o acesso ao submundo.

Segundo, o “near the fall” estava perfeito, sempre que ele está perto de uma queda, e nós paramos lá perto (não tinha sentido acontecer se continuassemos a correr para cair e ele fazer a animação), ele faz a animação a que chamo “near the fall” (antes chamava “near the abyss”), em que ele se equilibra, e se dermos mais algum toque, ele automaticamente desce, quer esteja perto da queda por um triz ou por vários píxeis. Isto não se nota nesta imagem porque esqueci de o mostrar.

Quanto ao submundo, finalmente aqui já fiz com que o jogo funcionasse não só para os lados, mas também para cima e para baixo. Como é óbvio não bastou criar o mapa para cima e abaixo, foi necessário adaptar o sistema de forma a que o que chamo de “câmera” (que acompanha o player onde quer que vá), pudesse funcionar para cima e para baixo também.

Mais tarde mostro imagens desse submundo que criei, para quem ainda não viu o vídeo mais recente:

2020-12-04.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

RSS
Follow by Email
LinkedIn
Share
WhatsApp