2021-01-24 – Vendo as ondas em tempo real no meu game engine em C/C++…

Um print screen que me havia esquecido de partilhar no dia 25, foi o dia em que meti as ondas a serem aplicadas de forma automática em cada local onde houvesse água.

O Game Engine preenche as áreas aquáticas, e ao detectar um topo (onde as tais águas acabam), torna essas superfícies um objecto específico, chamado “waterSurface”, que é um objecto que tem 1001 cálculos necessários para que seja animado e funcione, com ondas que se mexem de 1001 maneiras, andam de lado, crescem ou não, com marés, transformam-se, etc, configuráveis, de forma a dar um aspecto muito realista.

Eu tenho usado ondas mais baixas e suaves para dar um aspecto mais realista, nota-se menos a funcionalidade das suas transformações mas se virem nos outros vídeos/gifs animados que partilhei, elas transformam-se, eu é que meti tudo muito ligeiro e suave (desculpem o pleonasmo) para ser mais realista.

Assim, um dia, eu só tenho de desenhar no mapa as áreas aquáticas, e o game engine trata de tudo, inclusivé o tamanho das ondas e velocidade de forma automática consoante se são superfícies grandes ou não (customizáveis na mesma).

Além disso, nesses objectos são calculados os splashes dos mergulhos, é tudo feito lá.

Isto torna o meu trabalho enquanto game developer mais fácil pois um dia só desenho as áreas aquáticas no mapa e o game engine faz tudo sozinho, as ondas, mergulhos, as bolhas, tudo!

Um game engine criado do zero, em C/C++, feito à minha medida, de acordo com o meu ideal de automatização e perfeição. 🙂

Não tem tanta piada esta imagem como as animadas que tenho partilhado que são mais giras e dinâmicas, mas a ver se faço uma destas de vez em quando. 🙂

2021-01-24.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

RSS
Follow by Email
LinkedIn
Share
WhatsApp