Astro-FísicaAstronomiaDesenvolvimento de JogosDesign 6 OthersEstratégiaFísicaProgramaçãoProjectosRetro GamingTopTop 10 OthersTop 20Top FísicaVideo Jogos

2024-06-19 – Vários exemplos de galáxias criadas com o meu simulador de galáxias em C++, já com regiões de H2…

Este será provavelmente o meu último post relacionado com o meu simulador de galáxias em C++.

Primeiro quero deixar um exemplo do mesmo mas com resolução baixa (pixelizado) e cores vivas, bem como as regiões de H2 já adicionadas, para usar um dia talvez em jogos meus como o meu futuro remake to Master of Orion 1993:

2024-06-19 - Uma Galáxia Azul Pixelizada com o meu Simulador de Galáxias em C++, e já com regiões de H2...
2024-06-19 – Uma Galáxia Azul Pixelizada com o meu Simulador de Galáxias em C++, e já com regiões de H2…

As regiões de H2, típicas nas galáxias em espiral ou irregulares, que costumam ser mais abundantes nos braços em espiral (regiões de maior concentração gravitacional), estão feitas, mas ainda não está perfeito mas para mim é suficiente.

Eu mostrei o efeito de Zoom para verem o que sucede na vida real, que é ao afastarmo-nos de uma galáxia, começarmos a ver um ponto longíquo, onde a mistura das ondas de luz de comprimentos de onda diferentes, ao chegarem aos nossos olhos, serem interpretadas como cor branca, mas isto acontece com os nossos olhos pois as máquinas só vêem a quantidade de fotões que recebem por cada comprimento de onda (cada range específico), misturando depois o RGB para criar uma fotografia colorida da mesma maneira que a veríamos com os nossos olhos (é assim que se capturam imagens com câmeras digitais ou o com o Hubble, por exemplo).

As cores existem nos nossos olhos, e eu simulei as cores consoante a veríamos com os nossos olhos, obviamente.

Há dias tive um amigo a teimar que percebia da coisa, e estava enganado, e fiz uma resposta enorme para ele compreender (pela 3ª ou 4ª vez), e a última foi tão grande que achei uma pena ficar perdida num chat privado, e meti no Quora, podem vê-la aqui:

https://pt.quora.com/Por-que-existem-estrelas-de-diferentes-cores/answer/Goncalo-Ferreira-7?prompt_topic_bio=1

Lá falo desses fenómenos, falo das luzes, como são captadas nas câmeras, falo do efeito Doppler (que na minha simulação de galáxias seria irrelevante), da Lei de Snell, e 1001 outras coisas de Física relacionadas com galáxias, para quem queira ler. 🙂

Agora o importante é que são galáxias geradas de forma “aleatória” por computador, o que permite a que eu por exemplo num jogo possa criar uma galáxia ao calhas, e ampliar parte dela, e fazer disso o campo de jogo de um jogo de estratégia no Espaço como o meu futuro remake do Master of Orion de 1993, um dos meus planos para o Futuro quando tenha mais tempo.

Em simultâneo faz parte das minhas experiências de Física e Astro-Física, o que é um 2 em 1, muito agradável.

Mas não se compara com a qualidade de vídeo do simulador com as 1001 ferramentas activas que fiz há dias, e que deixo aqui, num vídeo lindíssimo:

2024-05-06 – Simulação de Galáxia Double Bubble no meu futuro simulador de Galáxias em C++…

Mas no vídeo acima, foi uma galáxia “forçada” de forma a criar uma “Double Bubble” galaxy, e não tinha ainda criado os textos indicadores com dados sobre a galáxia em si (fica para outra altura).

Há dias tinha gerado uma galáxia também, e com um pouco mais de resolução, em espiral, com cores diferentes, mas ainda sem as regiões de H2:

2024-06-13 – Uma galáxia em espiral com cores realistas mas ainda sem regiões de H2…

Aqui temos um zoom sem grandes efeitos, de uma galáxia, que fiz inicialmente:

2024-04-25 – Próximo passo no Simulador de Galáxias – Meter os braços em espiral mais realistas, em C++…

Isto são avanços já bastante grandes desde as últimas simulações que tinha criado em 2022, deixando aqui uma delas:

2022-05-26-Galaxies-Dance-And-Fusion-16-Million-Stars-Video

Claro que na acima, elas estavam em posições 100% simétricas, e eu divertia-me na altura a criar vídeos em que fazia as galáxias dançar, deixando aqui uma:

2022-04-21 – Colisão de Galáxias com 2 milhões de estrelas, usando o meu simulador de Astrofísica criado do zero em C++…

Mas pronto.

Na altura eram só simulações tendo por base a gravidade, e agora em 2024 foquei-me mais na parte de desenhar galáxias de forma algoritmica, para testes meus ou até para usar em videojogos.

Adoro Física e Astro-Física mas acho que chegou o momento de descansar neste projecto e só o retomarei lá para 2025 ou 2026, que vou dar prioridade ao Game Engine nos próximos tempos.

Usei métodos novos de optimização, pois troquei contentores STL por outros gerados por mim mais rápidos, etc.

Mas o importante é que pouco a pouco, todos os meus projectos vão desenvolvendo devagar, e estão bastante melhores que há 2 ou 3 anos atrás, sendo os meus principais o meu Game Engine em C++, o meu Software de Análise Técnica em C++, o meu Simulador de Galáxias em C++, o meu gerador de Fractais em C++ e os meus softwares de Back-Testing dos meus Trading Systems, em C++.

Tenho outros mas serão estes os meus principais focos.

Trarei notícias um dia, quando voltar a mexer nesta área.

Hasta!

2024-06-19.

Publicado no mesmo dia no LinkedIn, em:

https://www.linkedin.com/posts/goncalopt_este-ser%C3%A1-provavelmente-o-meu-%C3%BAltimo-post-activity-7209261535028772866-2kxt?utm_source=share&utm_medium=member_desktop

Publicado há dias (a galáxia realista), no LinkedIn, em:
https://www.linkedin.com/posts/goncalopt_temos-aqui-uma-gal%C3%A1xia-mais-realista-criada-activity-7207086338372808705-mYRm?utm_source=share&utm_medium=member_desktop

Texto do post do LinkedIn do dia 2024-06-13:

«Temos aqui uma galáxia mais realista criada de forma 100% algorítmica mas com um aspecto o mais realista possível, pelo meu simulador de galáxias.

Não tão gira quanto a publicada no outro dia contudo (https://lnkd.in/dXZs2UdM), mas mais realista.

Eu ando a fazer testes no pouco tempo que tenho, para ver quais ficam mais giras, e quer seja com resolução ou falta dela, por ter falta de tempo para programar nestes dias.

Ando a tentar ver que tipo de galáxias desenhadas algoritmicamente poderei usar nos meus videojogos também.

Isto porque no Futuro quero melhorar cada vez mais os meus simuladores de galáxias, mas pretendo um dia usar estes algoritmos para criar galáxias para os meus videojogos, como o do Master of Orion, em que poderia fixar um ponto desta galáxia numa animação, ampliá-lo, e daí retirar o mapa do jogo.

Como me falta tempo para algo mais, vou partilhando estas galáxias no Futuro.

Esta está mais bonita ao vivo mas o encoding do vídeo estragou a beleza da coisa.

Mas ficam com ideia de como é. 🙂

Mais notícias depois, hei-de actualizar o post do site com novas imagens no Futuro.

2024-06-13.»

Post anterior, também associado a este tópico das Simulações de Galáxias:

Post seguinte, associado a este tópico das Simulações de Galáxias:

(A colocar um dia).

Post seguinte:

(A colocar um dia).

2024-05-06 – Simulação de Galáxia Double Bubble no meu futuro simulador de Galáxias em C++…
2024-06-19 - Uma Galáxia Azul Pixelizada com o meu Simulador de Galáxias em C++, e já com regiões de H2...
2024-06-19 – Uma Galáxia Azul Pixelizada com o meu Simulador de Galáxias em C++, e já com regiões de H2…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

RSS
Follow by Email
LinkedIn
LinkedIn
Share